Informativo Dohms 11 de julho

GERAL 

Férias escolares de inverno

            De 19 de julho a 03 de agosto acontecem as férias escolares de inverno. Para os alunos, um período muito aguardado e merecido. Para os professores, trata-se de duas semanas de recesso no trabalho, período que também serve para “recarregar” energias, ler, viajar, ir ao cinema, curtir a família, participar de seminários e congressos.

Ano escolar 2015

Início das aulas: 18 de fevereiro.

Férias escolares de inverno: de 18 de julho a 02 de agosto.

Último dia de aula: 18 de dezembro. 

30º Congresso da Rede Sinodal

            Durante o recesso escolar de julho, quase 1.000 professores estarão participando do 30º Congresso da Rede Sinodal de Educação, que pela primeira vez é organizado e sediado pelo Colégio Pastor Dohms. Serão três dias de estudo, troca de experiências, aprendizagem e de convivências. Conferências, painel, minicursos, compartilhamentos, trabalho de grupos constam no “cardápio” de atividades.  

Onde está Deus?

Diante das inúmeras tragédias naturais ocorridas nos últimos dias no nosso estado e no país, é natural que nessas situações as pessoas sempre se perguntem a mesma coisa: Onde está Deus? Assim como Jesus gritava no calvário: Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?

O ser humano naturalmente busca um culpado, alguém a quem responsabilizar. Afinal, nos sentimos mais aliviados quando os culpados são encontrados e sofrem as consequências. Por outro lado, o próprio ser humano tem dificuldades em assumir a sua parcela de culpa e responsabilidade.

Em meio às tragédias, o ser humano volta-se para a religiosidade. Busca em Deus respostas que não optem pela ordem natural ou pela lógica. Já ouvi muitas pessoas afirmarem: Se Deus é tão bom, por que permite que algo assim aconteça? Por que Deus não evitou essa tragédia?

Segundo o teólogo espanhol Jon Sobrino, no livro Onde estáDeus, Deus se faz presente na ajuda solidária, na mão do irmão ou irmã estendida, no abrigo aos desabrigados, na sensibilidade com o sofrimento alheio, nas campanhas solidárias, enfim, Deus se faz bem vivo e presente na ação solidária com a dor alheia. Solidariedade não é simplesmente dar, mas dar-se. Implica deixar-se afetar pelo sofrimento do outro.

Definitivamente, a compaixão é central para sermos humanos. O sofrimento do outro é que pode descentrar o ser humano e colocar no centro o amor. Continuemos com Deus. A pergunta decisiva não é onde está Deus na tragédia, mas como ele se faz presente na tragédia. A partir da fé cristã, nas tragédias, Deus está na cruz gerando esperança, muita justiça e muito amor ativo.

O que sobra depois das tragédias? Sobra o humano, a reconstrução, o belo, o justo e fraterno. Sobra o amor e a solidariedade pelos outros. Sobra a mesa compartilhada.

Pa. Cristiane Echelmeier

Informativo Geral Dohms 04/07/2014

 21º Encontro Nacional de Liderança Jovem

Nos dias 03, 04 e 05 de julho acontece o Encontro Nacional de Liderança Jovem da Rede Sinodal de Educação, que se caracteriza como espaço de convivência e formação de jovens. O evento tem lugar no Centro Tecnológico Frederico Jorge Logemann, em Horizontina. Participam as alunas da Unidade Higienópolis, Janaína Markus Borgelt e Fernanda Mayrhofer Bolsoni, acompanhadas pela professora Jaclene Leitzke.

Reunião de Diretores

            Nesta semana, dia 09, na Unidade Higienópolis, acontece mais uma reunião do grupo de diretores Dohms, junto com a direção geral, coordenação pedagógica geral, pastoral, serviço de psicologia e planejamento estratégico.

 Números do 30º Congresso da Rede Sinodal

- 928 professores inscritos;

- 57 inscrições avulsas – pessoas que possuem algum vínculo com escolas da Rede Sinodal;

- 54 escolas da Rede Sinodal estarão presentes;

- O Pastor Dohms, como escola anfitriã, tem 158 professores inscritos, seguido pelo Colégio Sinodal, de São Leopoldo, com 62 inscrições. 

Imagine você!

Um professor muito especial e sábio na história foi Jesus. Quem dera se todo homem e toda mulher tivessem um pouquinho dele em sua vida! Jesus encantava multidões com seus ensinamentos. É claro que muitos também não queriam ouvi-lo, pois sua mensagem às vezes trazia desconforto para aqueles que buscavam somente o seu próprio interesse.

Numa das ocasiões em que Jesus estava falando para a multidão, ele usou as flores do campo para mostrar o seu cuidado pelas pessoas, não importando sua raça, credo ou idade. Ele disse:

“Não fiquem preocupados a respeito de coisas: com a própria vida, quanto ao que comer ou beber, nem com o seu próprio corpo, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante que a comida, e o corpo mais importante que a roupa? Será que todas as preocupações juntas poderão acrescentar um único momento à vida de vocês? Olhem os lírios do campo! Eles não trabalham nem tecem. Se Deus cuida tão maravilhosamente das flores, será que ele não vai, com toda a certeza, cuidar de vocês, gente de pequena fé?”

A cada dia é possível constatar como somos pessoas de pequena fé. Vivemos correndo de um lado para o outro, para atender todas as demandas que a sociedade nos impõe. Nesse frenesi acumulamos cada vez mais, pois o ser está submisso ao ter. E até ter o maior número de amigos no Facebook é mais importante do que ser amigo.

Se muitas vezes não temos tempo para ser amigo, que dirá para estar com o maior amigo de todos os tempos. Esse amigo quer cuidar de nós em todas as áreas, inclusive do nosso coração que sofre durante uma partida de futebol; no resultado de um exame; na hora de uma ofensa; no momento de uma escolha; na madrugada enquanto o sono não chega, pois as preocupações da vida não permitem o descanso.

Jesus, mais do que um homem sábio, é o próprio Deus que nos ensina a entregar para ele todas as preocupações, pois somos incapazes de acrescentar um só minuto à vida, mesmo que busquemos isso.  Todos os momentos da vida são preciosos e podem ser entregues para Deus. Afinal, se toda flor recebe o cuidado dele, imagine você!

Professora Eliana Gagg

Informativo Dohms 28/06/2014

 21º Encontro Nacional de Liderança Jovem

O Encontro Nacional de Liderança Jovem da Rede Sinodal de Educação caracteriza-se como espaço de convivência e formação de jovens. O encontro aborda temáticas da liderança juvenil relacionadas ao cotidiano escolar, à confessionalidade Evangélica Luterana e à participação cidadã e solidária na sociedade. Neste ano, o evento acontece nos dias 03, 04 e 05 de julho, no Centro tecnológico Frederico Jorge Logemann, em Horizontina. O Pastor Dohms estará presente com as alunas Janaína Markus Borgelt e Fernanda Mayrhofer Bolsoni, da Unidade Higienópolis, acompanhadas pela professora Jaclene Leitzke.

 O CEM Pastor Dohms prepara-se para receber o 30º Congresso da Rede Sinodal de Educação. São aguardados aproximadamente 1.000 professores, provenientes das 56 escolas da Rede Sinodal, além de instituições ligadas à IECLB. Também estarão presentes educadores argentinos. No programa constam:

- Conferência com o Prof. Dr. Miguel G. Arroyo;

- Conferência com o Prof. Dr. Leonardo Boff;

- Painel “Cuidado: diferentes olhares”, com o psicólogo Júlio Waltz, o Bacharel em Direito Pedro Savi e a Profª Débora Conrad. Mediação da Profª Drª Fátima Minetto;

- 17 minicursos;

- 25 compartilhamentos;

- trabalho de grupos;

- atrações culturais.

João Batista, o profeta

O Dia de São João é uma festa cristã, comemorada no mundo cristão no dia 24 de junho.  Os cristãos interpretam a vida de João Batista como uma preparação para o advento de Jesus e o único relato bíblico sobre seu nascimento nós o encontramos no Evangelho de Lucas. Os pais de João, Zacarias, um sacerdote judeu, e Isabel, sua esposa, não tinham filhos e já haviam passado da idade de tê-los. Um dia, porém, apareceu um anjo do Senhor para lhes dizer que iriam dar à luz uma criança que deveria se chamar de João. Zacarias não acreditou na mensagem e, por isso, ficou mudo até o nascimento de seu filho. Os seus parentes quiseram, então, dar-lhe o nome do pai, e Zacarias, sem poder falar, escreveu: “Seu nome é João” e sua voz voltou. A importância do nome vem justamente do seu significado: “Deus é gracioso”. (do hebraico: Yah: “Javé” e Hannah: “graça”, Ioannes).

Pouco tempo depois, o anjo de Deus apareceu a Maria para informá-la de que ela iria conceber seu filho Jesus através do Espírito Santo e também a informou que Isabel, sua prima, já estava grávida de seis meses. Maria, então, viajou para visitar Isabel. O Evangelho relata que o bebê “chutou” no ventre de Isabel quando ela cumprimentou Maria.

Na Igreja, João Batista, portanto, é visto como o Precursor, aquele que preparou o caminho do Senhor Jesus. Era um homem austero, que vivia no deserto. Vestia peles de camelo e alimentava-se de gafanhotos e mel. Homem de profunda oração, pregava a remissão dos pecados através do batismo e, assim, nas águas do Rio Jordão, batizava seus seguidores, os quais conclamava à conversão. Foi também nestas águas que Jesus se encontrou com ele para ser batizado. Após o batismo, Jesus iniciou a vida pública.

A pregação de João incomodava os poderosos, sobretudo a corte do rei Herodes, que era denunciada como injusta e opressora. Mesmo na prisão, João se preocupava com a continuidade da missão. Pedia informações sobre as obras de Jesus. Herodes, no entanto, não queria Jesus nem mudanças; estava mais preocupado com seus desejos e sua própria fama. Durante um banquete, em meio às danças e bebedeiras, lhe pediram a cabeça de João Batista em uma bandeja.  O rei, extasiado pelo momento e pela beleza da mulher que fez o pedido, não teve dúvidas e a atendeu.  Assim, calou-se a “voz que clamava no deserto”. Mas a Palavra não silenciou. Ela continua formando profetas.

                                                                                   P. Bertilo Schneider

FLD e Colégio Dohms promovem ações voltadas à educação para a solidariedade

De 2 a 6 de junho, durante a Semana do Meio Ambiente organizada pelo Colégio Dohms/Unidade Lindoia, em Porto Alegre (RS), a FLD promoveu três oficinas vinculadas ao projeto Educação para a Solidariedade.

No dia 3, o empreendimento Ecopapel coordenou a oficina de reciclagem para uma turma de 30 alunas e alunos. No dia 6 de junho, foram realizadas duas oficinas sobre frutas nativas, com degustação, pelo Encontro de Sabores, que teve a participação de cerca de 100 alunas e alunos. Os dois grupos integram a Rede de Comércio Justo e Solidário, também da FLD.

A parceria da FLD com a Unidade Lindóia do Colégio Dohms segue a parceria com as Unidades Norte e Sul da instituição.

O projeto Educação para a Solidariedade, inspirado no trabalho desenvolvido pela organização norueguesa Human Education International (Hei Verden), é uma das iniciativas da FLD e consiste na conscientização, mobilização e apoio a projetos sociais. A FLD acredita que a sensibilização através de práticas de educação é uma forma de motivar pessoas e grupos para se responsabilizarem por mudanças estruturantes na sociedade.

O projeto tem seu lugar na comunidade escolar, envolvendo estudantes, educadoras e educadores, famílias e demais funcionárias e funcionários em desafios de dialogar e vivenciar diferentes contextos sociais, muitas vezes invisíveis à vida institucional de uma escola.

Informativo Semanal Dohms 20/06/2014

Faz parte

Fazem parte da vida os bons e os maus momentos. Existe o dia e a noite, o sorriso e a lágrima, a angústia e a felicidade, a comemoração e o consolo. Ainda bem que os acontecimentos bons e ruins vêm intercalados, o que nos ajuda a superar os obstáculos e as dificuldades do nosso dia-a-dia.

Há dias muito agitados, que se apresentam sem perspectivas, em que o desânimo é grande. Em outros, já brilha o sol, o sorriso de uma criança ou o abraço de um amigo fazem toda a diferença. E percebemos que a vida se torna mais agradável, gostosa, com sentido e esperança.

Está em cada um de nós valorizarmos adequadamente os diferentes momentos da vida, pois a essência da nossa fé está em poder ajudar e ser ajudado, em amar e ser amado, ter amigos, acreditar que existe algo mais além desta vida. Que Jesus nos acompanha e espera que as pessoas sejam diferentes, principalmente na confiança, no respeito mútuo em palavra e ação.

No entanto, Senhor Deus, ajuda-nos a recordar que todo ser humano é teu filho amado e que está sendo observado pelos teus grandes olhos. Preserva-nos de manifestar nossa justiça própria e de julgar as outras pessoas de acordo com a nossa visão estreita da verdade. Ajuda-nos a sermos hospitaleiros e a ouvir o testemunho do nosso próximo, seus anseios, suas esperanças e seus temores, sem julgar precipitadamente.

Numa sociedade em que existe tanta diversidade, ajuda-nos a sermos um povo de paz, justiça e amor, contribuindo para tornar este mundo mais humano,mais justo e mais fraterno para todas as pessoas.

Professora Jaclene E. Leitzke  

Encontro Regional de Equipes Pedagógicas 

Formação Continuada

            Nesta terça-feira, 24, tem formação continuada com os professores do 5º ano na área de Língua Portuguesa. O encontro acontece na Unidade Higienópolis. 

Pela primeira vez, o Dohms sediará o congresso da Rede Sinodal de Educação. 

- duas conferências – Miguel Arroyo e Leonardo Boff;

- um painel – Cuidado: diferentes olhares;

- 17 minicursos

- 25 compartilhamentos

- 30 grupos de trabalho

- 926 inscritos

www.dohms.org.br/30congressorse

 

 

 

 

 

Informativo Dohms de 6/6

Cuidemos do meio ambiente

Cinco de junho é o Dia Mundial do Meio Ambiente. Já se sabe que reciclar o lixo de casa é o primeiro passo. Separar os secos dos orgânicos, entregar para a coleta seletiva os vidros e pilhas, baterias e óleo de cozinha. O planeta precisa de árvores para respirar. Manter uma árvore no pátio, cuidar da fossa e da água que vai para o esgoto para que tenha uma vazão diferente da água da chuva, aproveitar o lixo orgânico como adubo são atitudes que podem ajudar em muito o planeta em que se vive. Caso for possível, opta-se pela energia solar, eólica ou hidrelétrica. Jamais se deveria esquecer que o ser humano vive em uma casa que respira, uma casa que precisa de cuidado e, nesse sentido, deve-se estar sempre tomando atitudes em favor da natureza.

Nesse espírito espera-se conciliar a sustentabilidade natural com a comemoração dos jogos da Copa do Mundo. Muitos catadores de lixo estarão envolvidos para a reciclagem de latas e garrafas plásticas. A preocupação não se dá apenas entre ordens de reciclagem, mas também em projetos de sustentabilidade do meio ambiente através de programas com energia solar promovidos pela FIFA, alimentos orgânicos, projetos de compensação de carbono pela emissão de gases combustíveis, cuidados com o uso da água, qualidade do ar e um planejamento urbano sustentável para receber tantas pessoas. Espera-se que a copa não seja apenas verde pela representação da cor de sua bandeira, mas também pela preocupação ecológica com o meio ambiente.

O planeta precisa de cuidado e tudo que for feito precisa estar voltado para uma preocupação ecológica de sustentabilidade. Cuidar da natureza é essencial, mas para que isso seja feito é preciso de amor pelo planeta. O amor que o ser humano recebe de Deus esvazia-se e alcança o próximo. Dar vazão a este sentimento de amor, movido pela fé no coração do cristão, é deixar que este rio transborde, alcance vidas e mude trajetórias. Nada deveria ficar represado, pois água que não é renovada morre sem oxigênio, sem represa, sem movimento. Movimentar o amor é dar vida e ânimo ao sopro do Espírito através daquele que crê. Que esta fé nos mova e faça frutificar, refrigerar e dar vazão às fontes de água viva prontas para alcançar novas vidas através de um coração de puro amor. Que o meio ambiente seja cuidado, que a copa seja comemorada, que o planeta continue pulsando nas mãos de um Deus que se preocupa e se faz sentir através de mãos humanas que se comprometem. Amém.

Ângela Zitzke

GERAL

Entrega de avaliações

As Unidades de Ensino Dohms estão entregando boletins escolares e pareceres do desempenho escolar referente ao 1º trimestre. É importante que pais e filhos conversem para juntos analisarem o desempenho alcançado. Havendo dúvidas, os pais devem marcar horário com o(a) professor(a) através da agenda escolar.

5 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente começou a ser comemorado em 1972, com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente e alertar o público mundial e governos de cada país para os perigos de negligenciarmos a tarefa de cuidar do meio ambiente.

Foi em Estocolmo, no dia 5 de junho de 1972, que teve início a primeira das Conferências das Nações Unidas sobre o ambiente humano e, por esse motivo, foi a data escolhida como o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Tema do Dia Mundial do Meio Ambiente

Todos os anos, as Nações Unidas dão um tema diferente ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Os temas para o Dia Mundial do Meio Ambiente são uma maneira de dar ideias para atividades de conscientização das populações e de proteção do meio ambiente.

No Brasil, geralmente cada Estado escolhe seu tema para a Semana do Meio Ambiente e é de acordo com as necessidades sociais. Alguns têm o tema: Água – Importância e Cuidados. Nas escolas acontecem comemorações através de gincanas ecológicas, palestras e atividades bem específicas sobre o assunto. O objetivo é conscientizar o ser humano da sua responsabilidade como cuidador do ambiente que o cerca.

30º Congresso da Rede Sinodal de Educação

            Duas grandes conferências constam no programa do 30º Congresso da Rede Sinodal de Educação:

22 de julhoEducação Corporativa Ética e Sustentabilidade daUnidade para a Diversidade, com Miguel Arroyo.

24 de julhoO Valor Cristão do Cuidado para as FuturasGerações, com Leonardo Boff.

 

 

Informativo Geral Dohms 31/05

A Assembleia dos ratos

Ao final do 1º trimestre, convido-o a refletir, a partir desta história, sobre como tem encarado os projetos de sua vida.

Numa velha casa morava um gato chamado Ron-Ron, muito temido por todos os ratos da vizinhança. Alguns ratos, de tanto medo, nunca saíram de suas tocas. Ron-Ron andava tão silenciosamente que ninguém o escutava chegar e, num piscar de olhos, suas garras já estavam em cima de sua vítima. As coisas estavam bem difíceis para os ratos, até que “Focinho”, o rato mais popular, decidiu convocar uma assembleia a fim de adotar medidas adequadas para dar um fim ao poder do temível gato.

No dia da reunião, seu discurso não se alongou, pois era um rato mais de ação do que orador, e por isso logo cedeu a palavra a outros ratos. Falaram muito, mas nada convincente. Foi o veterano “Sabe-tudo” que despertou o entusiasmo dos assistentes, quando propôs adotar uma medida inusitada: – Trata-se, disse Sabe-tudo, de pendurar um sino no pescoço do gato para que, quando se aproximar de nós, no futuro, ouçamos o sino e possamos fugir.

Todos concordaram. A ideia parecia excelente.

Então “Focinho” lançou o problema decisivo: Quem será voluntário para pendurar o sino no pescoço do gato, obviamente, enquanto ele estivesse dormindo?

E assim terminou, sem mais sem menos, a Assembleia dos ratos. Todos saíram. “Focinho” ainda fez o possível para segurar o pessoal, mas ninguém se atreveu a correr o risco voluntariamente. Nem mesmo a sugestão do sorteio foi aceita, porque …. E se o gato acordasse de repente, enquanto estivessem lhe colocando o sino?

Por melhor que pareçam os projetos, de nada servem se todo mundo cai fora. Só ideias não tornam os dias melhores. É preferível correr riscos a permanecer estático. Aqueles que não lutam, também não vencem. Não conhecerão a dor da derrota, nem a glória de ressurgir dos escombros. Esses pobres de espírito, ao final de sua jornada, não agradecem a Deus por terem vivido, mas desculpam-se perante Ele, por terem apenas passado pela vida.

Jaclene E. Leitzke

GERAL

Encontro Regional na Área de Gestão

            No dia 31 de maio, sábado, acontecerá mais um evento de formação e de aperfeiçoamento na área de gestão promovido pela Rede Sinodal de Educação. Trata-se do Encontro Regional de Diretores, Apoio Administrativo e Representantes de Mantenedoras, que abre espaço para a troca de ideias sobre demandas diárias na gestão, bem como coloca novos temas em discussão. O encontro acontecerá no Colégio Teutônia, organizado em parceria com o CEM Pastor Dohms. 

Seminário de Equipes Administrativas

            Nos dias 30 e 31 de maio acontece em Curitiba, no Colégio Martinus, o Encontro Nacional de Equipes Administrativas. O evento integra o calendário de formação continuada da Rede Sinodal de Educação. O tema do encontro é “Pertencer para acolher” e abordará assuntos como pertencimento institucional, atendimento ao público, ética profissional, gerenciamento de conflitos, princípios da Rede Sinodal e Identidade Luterana.

30º Congresso da Rede Sinodal de Educação 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Painel Congresso Rede

PAINEL CONGRESSO REDE SINODAL  

Cuidado – Diferentes olhares

Cuidar é uma arte. O seu ofício requer um desprendimento da realidade para que sobre ela possamos projetar a imaginação e criar alternativas de solução. A realidade bruta não nos oferece saída. Ela é crua, contundente e imperiosa. Para vivermos com arte ou para cuidarmos, temos a necessidade de imaginar, justamente para que possamos operar com esperança e efetividade.
Julio Cesar Walz

Psicólogo Clínico. Psicanalista. Professor Universitário.

Livros:

O Sentimento de Culpa, escrito juntamente com o Dr. Paulo Sérgio Rosa Guedes. 3.ed.

Aprendendo a lidar com os medos: A Arte de Cuidar das Crianças. 4,ed,

x – x – x – x – x – x – x – x – x – x – x – x

A criança e o adolescente diante da lei: uma reflexão a partir da relação entre justiça e direito.

A compreensão do conceito de justiça como sendo intimamente ligado e indissociável da noção de ética enquanto instância de construção do humano pela sua responsabilidade pelo outro conduz a uma inevitável reflexão sobre o direito e suas possibilidades de oferecer efetiva proteção à criança e ao adolescente, indivíduos mais vulneráveis da sociedade. Em um contexto de crise do sentido de humanidade e de exacerbado individualismo, a existência de uma extensa legislação nacional sobre o tema, o qual será objeto de análise, com especial atenção ao Estatuto da Criança e do Adolescente, não parece ser suficiente para garantir aos infantes o cuidado necessário para o seu desenvolvimento saudável. Nesse sentindo, cumpre realizar uma reflexão radical sobre o direito e os seus limites de possibilidade.

Pedro Savi Neto

Graduação em Ciências Jurídicas e Sociais (2002), licenciatura e bacharelado em Filosofia (2012), especialização em Direito Penal Empresarial (2004) e mestrado em Filosofia (2010), na área de Ética e Filosofia Política, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Doutorando em Educação (Filosofia da Educação) pela PUCRS, com bolsa PROSUP/CAPES. Professor do seminário “Ética e responsabilidade” na Especialização em Gestão da Educação da PUCRS, curso do qual é co-coordenador. Professor do componente curricular de “direito e cidadania” na Faculdade Tecnodohms. Sócio do escritório Cunha & Advogados, em Porto Alegre/RS, atuando nas áreas de Direito Administrativo (licitações), Metrologia Legal e Avaliação da Conformidade. Atua como instrutor nos cursos de Gestão de Supermercados da Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), desde 2009, e da Associação Catarinense de Supermercados (ACATS), desde março de 2010.

x – x – x – x – x – x – x – x – x – x – x – x

A trajetória da Igreja Luterana no Brasil é marcada pelo cuidado e zelo com a educação. Ao lado dos templos, os primeiros imigrantes alemães construíram escolas para garantir aos seus filhos e filhas o acesso à educação. Este esforço empreendido no passado, tendo como base a teologia e a confessionalidade luterana, tem seu reflexo ainda hoje. O cuidado com a educação é uma forte marca da Escola Luterana. Um cuidado que se traduz em atitude e que compreende o ser humano na sua integralidade.

O “cuidado na escola” passa pela postura de cada pessoa que integra o ambiente escolar. É na relação com o outro que o cuidado se manifesta e se fortalece. Esta postura desencadeia outras relações de cuidado que podem, inclusive, transcender os muros da escola. Neste sentido, o espaço escolar tem um importante papel na semeadura de uma nova cultura que brota a partir de pequenos gestos do dia a dia. Atentos e atentas à prática de Jesus, que tão bem cuidou e acolheu, podemos aprender uma “atitude de cuidado”, pois ele expressou de maneira concreta e visível o cuidado consigo e com o próximo.

Débora Raquel Klesener Conrad

Graduação em Educação Cristã pela Escola Superior de Teologia (1994), graduação em História pela Universidade de Cruz Alta (1999), Especialização em Gestão no Terceiro Setor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2011) e Mestrado em Teologia pela Escola Superior de Teologia (2013). Atuou como docente no ensino fundamental e médio nas áreas de História e Ensino Religioso; em educação cristã na Paróquia Evangélica de Ibirubá; no Departamento de Educação Cristã da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), e, atualmente é Secretária de Formação da IECLB.

30o. Congresso da Rede Sinodal de Educação

Inscrições avulsas

As inscrições avulsas estão destinadas a pessoas que têm ou tiveram alguma afinidade ou algum vínculo com o compromisso educativo/formativo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Abrem espaço para a participação nos eventos do turno da manhã dos dias 22, 23 e 24 de julho próximo, no espaço da Sogipa. Não terão custo para os participantes, uma vez que não incluem as refeições principais. O crachá de identificação deverá ser retirado previamente no QG do Congresso, na sala B13 da Unidade de Ensino Dohms Higienópolis.
Atenciosamente,
Coordenação Geral do Congresso